Mason & Hamlin | Gluck Pianos

Fundada em 1854 por Henry Mason (músico e comerciante) e Emmons Hamlin (Inventor trabalhando com órgãos de tubos), começou fabricando órgãos e em pouco tempo se tornou a maior fabricante desse instrumento dos EUA.
A fabricação de pianos teve início em 1881 em Boston e logo foram incluídos na lista dos mais prestigiosos pianos dos EUA sendo que em 1910 tornou-se a maior concorrente da Steinway.

Durante um grande período a companhia passou por altos e baixos até 1996 quando foi adquirida pelos irmãos Burgett, proprietários da PianoDisc, que imediatamente começaram um trabalho de restruturação da empresa voltando a produzir os pianos de acordo com os projetos desenvolvidos entre 1910 e 1932, que tornaram a companhia famosa.

Foram anexadas várias inovações e patentes, sempre buscando a melhor qualidade pelo menor preço.
De produção anual limitada (70/100 caudas e 40 verticais) seguem a linha dos “handmade” (feitos a mão) fugindo totalmente da produção em massa da grande maioria das fábricas atuais.

O modelo vertical 50 (1,27m) é considerado um dos melhores pianos verticais do mundo.

Acrescentando-se a cristalina sonoridade e equilibro da escala, duas grandes inovações tornaram essa marca incomparável em termos de durabilidade. Falamos da introdução do Sistema Tension Resonator e das peças da mecânica fabricadas com uma liga de fibra de carbono por eles desenvolvida e denominada “Composite”.

A primeira patente é um conjunto de tensores de aço instalados no corpo do piano que impedem a perda da curvatura da tábua harmônica com o passar dos anos, tirando assim o brilho da sonoridade original. O segundo, tomando a dianteira nas empresas que pesquisam o carbono como substituto da madeira na mecânica, a WNG (também pertencente ao grupo) desenvolveu um sistema único onde até as buchas e parafusos são feitos do próprio material.

Dessa forma elimina-se o problema do desgaste das peças de casimira com o passar do tempo, anexando a vantagem de que toda a mecânica fica imune às variações de temperatura e umidade que tanto afetam a madeira.

A filosofia da empresa é a produção de pianos de alta qualidade, mantendo um preço adequado, onde no rateio de custos fixos não sejam adicionadas grandes despesas administrativas e gerenciais. É dessa forma que seus produtos chegam a ser 30% mais em conta que seus mais próximos concorrentes.

Segundo Larry Fine – autor do magazine The Piano Buyer, “O som dos pianos Mason & Hamlin é claro, encorpado e poderoso, nada diferente dos pianos Steinway, a não ser os graves, que são mais poderosos e os agudos, mais claros e mais bem definidos.”

Visite o website dos pianos Mason & Hamlin clicando aqui